Pesquisar neste blogue


RockYou FXText -

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008

Os 3 R´s Do Trapilho- Afinal o que é Isto??

" Quando encontrar uma pedra no seu caminho,faça dela um degrau (e suba na vida)."

Foi o conselho da Ângela uma querida amiga.
O que é o trapilho ? ,perguntou outra amiga (Yennys).

Duas abordagens aparentemente distantes puseram-me a matutar. É verdade que não
costumo fazer este tipo de postagem ,mas hoje aqui fica o meu testemunho:

Há muitos anos atrás,numa casinha de bonecas,havia uma arca e... dentro da arca um
monte de novelos de tiras de pano. Alguns eram toscos e coloridos,os outros cuidados e de
linho...De alguns deles, herdei uma linda colcha de tear que fazia parte de um enxoval de noiva!

Dos outros ficaram mantas lindas que guardo com carinho.
"Guardas tudo, maria do trapo", manias,cada qual tem as suas !

Os filhotes chegaram e comprei mantas de trapo,feitas em tear por um senhora baixinha.
Escolhia as cores e ficava fascinada a ver tecer...
Há pouco a filha desta senhora perguntou-me se queria comprar o tear (a vida dá estranhas voltas).

Há anos atrás nas aldeias,cortavam-se as roupas em tiras para fazer os tais novelos e uma vez
por ano vinha um artesão tecer as mantas para as famílias num tear comunitário.

Agora, reencontrei algo parecido com as minhas memórias e resolvi tentar!!

Hoje este material obtém-se a partir de resíduos das fábricas têxteis.
Antes desta utilização eram tratados como resíduos e as fábricas custeavam a queima deste material.

São fios ( tiras ) de algodão,licra ou mistos e vêm a granel em grandes sacos.
Têm grossuras,texturas e pesos diferentes. É até as cores e os padrões são uma surpresa.

Como as fábricas produzem para a estação seguinte, os materiais e as cores,aparecem trocados!

Planear trabalhos é uma tarefa de improviso e trabalhos grandes como
tapetes obrigam a uma maior previsão do material a usar.

Pesquisei e testei materiais e fornecedores. Elegi uma loja,(ou terá sido uma pessoa?)

Aqui o trapilho não é tratado como trapo velho e não trás nós, cortes e outras imperfeições
que dificultam o trabalho.

Para concluir: aproveitei uma pedra no meu caminho e (não subi na vida) reciclei o meu tempo livre ...

8 comentários:

  1. Olá amiga,
    Tens toda a razão. Olha, passa no meu blog. Tens lá um prémio para ti.

    Beijinhos

    Paula Almeida

    ResponderEliminar
  2. Oi querida amiga,
    vim aqui pra ti avisar que estou voltando, por quanto tempo só Deus é que sabe, saudades...
    Ainda não entendi, o trapilho é uma tira de tecido? Me explique isso menina.
    Beijo pra ti e para as crianças.
    Fike bem, Fike com Deus
    superbeijo da amiga edinir.

    ResponderEliminar
  3. OLA! Adorei o teu blog tens coisas lindas, e as pap dao mt jeito p kem esta no inicio cm eu e n sabe fazer mta coisa... hei-de experimentar fazer os chinelos em trapilho... e espero aprender umas coisinhas ctg,... Bjs Dora Santos.
    http://doramsantos.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  4. Olá! :)
    Fazer baínhas abertas não é dificil! Temos é de ter cuidado para não cortar os fios errados!;)
    Há baínhas muito complicadas de fazer mas estas são das mais simples. Mas resultam bem!O mais chato é mesmo tirar os fios do linho!
    Beijinhos
    Mónica

    ResponderEliminar
  5. Oi amiga,maravilhosa e muito sábias suas palavras,me lembrou um tempo não muito distante heheheh de minha infância,minha mãezinha éra costureira de mãos cheia,buscava nas fábricas esses retalhos de malhas..lycras enfin todo tipo de tecidos e me lembro muuito bem de uma colcha toda feita de retalhos todos cortados em exágonos e coloridos...viajei em sua istória que é linda!!

    ResponderEliminar
  6. Bem, sim senhora, linda esta história.
    Já vi que resolveste o problema nos comentários, que bom. Já posso comentar as tuas postagens.
    Bjs

    ResponderEliminar
  7. Isabel, maravilloosa historia, pude traducirla y la entendi perfectamente.
    Me siento muy orgullosa de tener una amiga como tu, tan generosa, siempre dispuesta a ayudar.
    me fascina tu trabajo y solo tu puedes hacerlo tan bello, por todo el amor que le dedicas.
    Un gran abrazo y muchos cariños....yennys

    ResponderEliminar
  8. Na tela da vida, os problemas e dificuldades tomam a forma que damos a eles.
    São as tintas que escolhemos para essa grande pintura que a tornará mais ou menos bela...
    Uns chamam a isso de otimismo,
    outros de utopia.
    Eu chamo de aprendizado. Tenha uma semana muito iluminada!
    Bjs Kátia Moreira

    ResponderEliminar

Obrigada pela visita...
Gosto muito da vossa companhia!!!